2/24/2016

CONSUMO COMPULSIVO: SERÁ QUE VOCÊ TEM?

OI   DIVINAS   E   DIVINOS!


Hoje trazendo para vocês um problema sério e que afeta muito mais gente do que se imagina.O consumismo compulsivo é um transtorno psicológico muito comum que revela carências e dificuldade nos relacionamentos interpessoais. Pessoas que compram muitas coisas, que muitas vezes são desnecessárias, podem sofrer de problemas emocionais mais graves e devem procurar alguma forma de tratamento.
Esse problema afeta mais as mulheres que os homens e tende a aparecer por volta dos 18 anos de idade. Se não for tratado, pode causar problemas financeiros e trazer grandes prejuízos.


Geralmente, estas pessoas saem para comprar coisas quando elas sentem-se sozinhas ou decepcionadas com algo. A satisfação boa de comprar algo novo logo desaparece e então é preciso comprar outra coisa, tornando um ciclo vicioso.

O tratamento mais indicado para o consumismo é a psicoterapia, que irá procurar a raiz do problema e então a pessoa deixará ao poucos de comprar coisas por impulso. (TEXTO ENCONTRADO AQUI!)


Há até pouco tempo atrás não havia diagnóstico para quem tivesse sintomas compulsivos, principalmente quando a compulsão estava dirigida ao ato de comprar. Considerava-se esta pessoa “irresponsável”, sem compreender todo seu sofrimento interno.
FOTO  DO SITE

O cérebro do compulsivo pode ser considerado como viciado. Toda compulsão oferece, num primeiro momento, um prazer extremo, a sensação de ser recompensado é intensa ao adquirir aquele sapato maravilhoso, aquela bolsa esplendorosa. Mas não é de se estranhar que em pouco tempo todo o maravilhamento da compra se esvai. O tal sapato já não trás mais satisfação alguma, e como o cérebro desta pessoa já “aprendeu” a se satisfazer a traves de compras, a pessoa é impulsionada a repetir o ato de compra. E repete, repete até o cartão de crédito estourar, os empréstimos se acumularem, a família se indispor por completo. (TEXTO retirado do SITE).


TESTES
Encontrei um teste muito bom e  mais completo que você poderá respondê-lo  AQUI!
 E Esse logo abaixo, que é mais rápido e já traça uma tendência ao problema. Responda sim ou não..

  1. VOCÊ FAZ COMPRAS QUE NÃO PODE PAGAR?
  2. Está deixando de fazer outras atividades saudáveis para fazer compras? 
  3. Seu armário tem mais coisas do que seria possível armazenar?
  4. Ao olhar as compras quando chega em casa, você normalmente se arrepende?
  5. Suas compras normalmente são coisas dispensáveis?
  6. O pensamento compulsivo aparece na mente de forma intrusiva ou seja, mesmo que a pessoa não queira pensar este pensamento invade sua mente?
  7. Você tenta neutralizar o pensamento mas não consegue?
  8. O ato compulsivo (ex : comprar) causa sofrimento, arrependimento, etc, mas ainda assim você se sente compelida a repetir?
  9. Você se entrega ao ato compulsivo para obter alivio, mas este alivio tem curta duração e logo ela precisa se entregar ao ato novamente?
É isso, lindezas! Confesso que hoje estou mais "policiada" até porque a vida não está fácil e o que eu estrapolar, com certeza fará falta aos meus de casa.
Ter a consciência que tem o problema, acredito que é o primeiro passo, após isso se não conseguir controlar o impulso, a solução é procurar um profissional para achar a causa do problema.
Em faculdades e no serviço público você consegue tranquilamente um tratamento sem custo.
Esse filme faz um alerta interessante e com muito humor do problema...Vale a pena assistir,kkkkkk!
UM ABRAÇO APERTADO E FIQUEM COM DEUS!

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Muito obrigada pela sua participação!!!